CDS defende o direito à falta de educação

Sectores do CDS-PP querem reduzir a escolaridade obrigatória para o 9º ano. Não se trata de um devaneio qualquer de um retrógrado de direita. Isto é parte do projecto que a direita e os grupos sociais que a sustentam têm para o país: criar uma China dentro do mercado europeu. Uma grande fábrica de mercadorias destinadas à exportação, com um mercado interno diminuto (cingido a bens de primeira necessidade para a generalidade da população) e uma mão-de-obra mal-paga, descartável, dócil e ignorante. Esta gente precisa da formação suficiente para produzir sapatos em turnos de 12 horas, apenas e somente. Para que é queremos operários com o 12º ano ou – cúmulo do desperdício! – com um diploma do ensino superior? Para formar a camada intelectual dirigente da sociedade, basta mandar os filhos da burguesia para colégios e universidades privados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s