Repúblicas de Coimbra: Nova Lei do Arrendamento faz a sua primeira vítima

A República 5 de Outubro foi a primeira vítima da Nova Lei do Arrendamento Urbano, entre as Repúblicas estudantis de Coimbra. Pelo menos, mais sete estão no limbo. Urge uma resposta activa não só por parte do Conselho de Repúblicas, mas, particularmente, por parte da Direção Geral da Associação Académica de Coimbra. Seria oportuno um novo levantar do movimento estudantil, moribundo desde 2004, na sequência de uma derrota na luta contra as propinas.

CR2

CR1

CR3

5 thoughts on “Repúblicas de Coimbra: Nova Lei do Arrendamento faz a sua primeira vítima

  1. Da Direção Geral da Associação Académica de Coimbra? As Repúblicas há anos que estão contra a AAC. Que hipocrisia… As Repúblicas vivem numa realidade paralela. Acordem e sejam os primeiros responsáveis por si. A resposta que tem que haver é por parte das Repúblicas e uma resposta responsável, ao contrário do que têm feito noutras iniciativas. Aí sim poderão surgir outros movimentos a apoiar as Repúblicas. Se ainda alguma credibilidade vos restar…

    • Da minha parte, percebo perfeitamente a crítica, mas não a subscrevo na sua totalidade. É verdade que há um isolamento, uma atitude hostil até, de muitas repúblicas face ao movimento estudantil mais alargado. Não nego que existam autênticos “guetos”, até. Agora, existem 26 Repúblicas com diferenças extremas entre elas. As coisas não são assim tão lineares e é mentira que estejam todas “contra a AAC” (há que distinguir a Associação da sua direção, além do mais). Valha a verdade, o movimento estudantil continua absurdamente entorpecido, quando a sociedade à sua volta está a acordar. Há mais reformados do que estudantes nas manifestações contra a austeridade. Não são só as Repúblicas que têm que acordar, é o movimento estudantil como um todo; não só no respeitante à questão específica das Repúblicas (uma gota no oceano), mas relativamente ao massacre do qual o Ensino Superior Público está a ser vítima.

  2. Com todo o respeito pelos estudantes o que se passou durante décadas foi uma vergonha, sou proprietário de duas boas casas na zona da universidade, e recebo por cada uma um valor inferior a 40 euros…uma vergonha, os proprietários passam fome e fazem o papel do estado, chegou a hora de resolver este problema que se arrastou durante décadas e devolver as casas aos seus proprietários o mais rápido possível…

    • Tocou num ponto fulcral. De facto, é um problema que funções que deviam pertencer ao domínio público, entre as quais a Habitação, são entregues a mãos privadas. Não é à toa que as únicas repúblicas que dificilmente encontrarão problemas encontram-se em edifícios propriedade de entidades públicas, como a Câmara ou a Universidade. Não existe uma política de habitação em Portugal, e só devolvendo essa responsabilidade ao Estado poder-se-ão resolver as coisas.

  3. Tenho pena é do senhorio que foi roubado (literalmente), estes anos todos. De estudantes que não querem pagar mensalmente pela sua permanência na “República” não tenho pena nenhuma. Se arranjam quartos mais baratos, mudem-se. Quanto ao fim das “repúblicas”, conheço “repúblicas” em Lisboa aos pontapés em que os estudantes pagam muito mais que isso pelos seus quartos.
    É irrelevante o que uma “República” significa, se tal é feito à custa do dinheiro de outros que não querem contribuir para essa “causa” (leia-se o senhorio). Se significa assim tanto, para os estudantes em questão, então demonstrem-no e paguem, com a implementação desta lei os senhorios voltaram a ser donos dos seus patrimónios.
    Tendo estudado em Coimbra só posso dizer que não tenho peninha nenhuma desta gente. Então andaram a viver práticamente á borla na república e agora que estão a pagar o valor de mercado queixam-se???? Se querem Acção Social candidatem-se ás bolsas.

    TENHAM VERGONHA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s