Manifesto de solidariedade com a greve dos professores

“Sem educação não há país que ande para a frente. E é para trás que andamos quando o governo decide aumentar o número de alunos por turma, despedir milhares de professores e desumanizar as escolas, desbaratando os avanços nas qualificações que o país conheceu nas últimas décadas. Não satisfeito, continua a sua cruzada contra a escola pública. Ameaça com mais despedimentos e com o aumento do horário de trabalho dos que ficam.

Ao atacar os professores o governo torna os alunos reféns. Com menos apoios educativos e menos recursos para fazer face à diversidade de estudantes, é a escola pública que sai enfraquecida. Querem encaixotar os alunos em turmas cada vez maiores com docentes cada vez mais desmotivados. Cortam nas disciplinas de formação cívica e do ensino artístico e tecnológico, negando aos jovens todos os horizontes possíveis.

Os professores estão em greve pela qualidade da escola pública e em nome dos alunos e das suas famílias. Porque …sabem que baixar os braços é pactuar com a degradação da escola. Os professores fazem greve porque querem devolver as asas aos seus alunos que o governo entretanto roubou. Esta greve é por isso justa e necessária. É um murro na mesa de quem está farto de ser enganado. É um murro na mesa para defender um bem público cada vez mais ameaçado.

Por isso, estamos solidários. Apoiamos a greve dos professores em nome de uma escola para todos e onde todos cabem. Em nome de um país mais informado e qualificado, em nome das crianças que merecem um ensino de qualidade e toda a disponibilidade de quem sempre esteve com elas. É preciso libertar a escola pública do sequestro imposto pelo governo e pela troika. Aos professores dizemos “obrigado!” por defenderem um direito que é de todos.”

Subscritores: António Pinho Vargas, Compositor; Bruno Cabral, Realizador; Camilo Azevedo, Realizador, RTP; Carlos Mendes, Músico; David Bonneville, Cineasta; Eurico Carrapatoso, Compositor; Hélia Correia, Escritora; Leonel Moura, Artista plástico; Luís Varatojo, Músico, A Naifa; Luísa Ortigoso, Actriz; Jacinto Lucas Pires, Escritor; Joana Manuel, Actriz; João Salaviza, Cineasta; José Luís Peixoto, Escritor
José Mário Branco, Músico; José Vítor Malheiros, Jornalista; Marta Lança, Editora e produtora; Messias, Músico, Mercado Negro; Nuno Artur Silva, Autor e produtor; Pedro Pinho, Cineasta; Rui Vieira Nery, Musicólogo; Raquel Freire, Cineasta; Sérgio Godinho, Músico; Valter Vinagre, Fotógrafo; Zé Pedro, Músico, Xutos e Pontapés.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s