Jorge Coelho volta à política

Porque é que os trabalhadores não devem votar ou guardar qualquer expectativa face ao PS? Porque o PS não é um partido dos trabalhadores. Que o diga o senhor da MOTA-ENGIL, Jorge Coelho, que decidiu agora regressar à “vida política”.

A “vida política”, note-se, é aqui perspectivada não como uma forma de acção para a aplicação de programas que sirvam à maioria da sociedade, mas tão somente como um palco para o carreirismo e o oportunismo, além de meio para o serviço de interesses menos claros, como sempre o foi no PS. Este retorno já mereceu os mais rasgados encómios dos seus camaradas António José Seguro e Manuel Maria Carrilho, o último dos quais ainda há uns dias tomava a vestimenta de indignado e assinava um manifesto pela “ruptura com o sistema político”. Hoje, já frequenta meetings políticos de topo, autêntica demonstração de uma versatilidade idiossincrática a todo o bom contorcionista “socialista”.

Trabalhadores de todo o Portugal, abram a pestana e não voltem a pôr estes oportunistas em S. Bento, especialmente no presente momento, quando tanto depende da vossa unidade contra a canalha que rouba a quem trabalha.

PS? Nem com D ou sem D!

02_Jorge Coelho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s