A chacina continua em Gaza

Consta que o dia de ontem foi o mais mortífero desde o início da corrente operação de massacre em Gaza. Uma família inteira de 11 pessoas foi chacinada pelos assassinos israelitas. Ouvi num noticiário matinal da televisão pública finlandesa que Israel havia reconhecido errar o alvo desta vez, o que só pode significar que os outros assassinatos (o número já não deve andar longe da centena) foram intencionais, incluindo crianças de 3 anos. Perigosos terroristas, na certa.

No mesmo noticiário, um professor de Helsínquia, não sei se um especialista em algo ou apenas um tudólogo análogo aos que pululam na e poluem a televisão portuguesa, asseverava que a resistência palestiniana tem vindo a melhorar a eficácia dos seus rockets. Face ao cerco criminoso assente sobre Gaza há já quase 6 anos, custa-me a acreditar nisto, mas, sinceramente, espero bem que sim. Espero bem que os palestinianos resistam da forma que puderem, seja através de manifestações pacíficas na Cisjordânia ou lançamentos de rockets da Faixa de Gaza.  Reitero o direito da Palestina à auto-defesa, porquanto “nenhum país do mundo toleraria a queda duma chuva de mísseis sobre os seus cidadãos, vinda de fora das suas fronteiras”

Edit: ver mais fotos do massacre de Gaza e das manifestações internacionais de solidariedade aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s