Dia 14, Greve Total!

A luta contra o austeritarismo já não é uma simples forma de resistência ao desmantelamento de direitos sociais e roubo dos rendimentos dos trabalhadores. Enunciando de uma forma geral, é uma batalha pela dignidade. O governo bem que tentou cultivar os salazarentos valores da obediência e do carneirismo, mas o medo deu lugar à revolta e esta, por sua vez, está quase suficientemente madura para se tornar em rebelião organizada. Temos cada vez menos a perder, mas continuamos a ter tudo a ganhar. Para isso, é necessário mantermo-nos em guarda e acumular forças para passar à ofensiva.

Em Portugal, o rei vai nu. Os membros do governo reforçam a cada dia as comitivas de segurança pessoal, fogem de qualquer encontro físico com a população que os elegeu e Passos chegou ao ponto de votar o orçamento à pressa, num hemiciclo prestes a ser cercado, com o rabo a fugir à seringa. O executivo não é um governo nacional, mas uma vil comissão de gestão de uma semi-colónia germânica, objecto do desprezo da larga maioria dos “indígenas”. Estes já não têm paciência para os devaneios petulantes de uma classe dominante consciente da sua própria fragilidade. Os trabalhadores radicalizam as suas posições e a pequena-burguesia segue a onda. Falta dar uma forma politicamente consequente à revolta.

O próximo passo, além da recepção quente que tem de ser proporcionada à Kaiserin Merkel, é a greve geral de 14 de Novembro. Uma primeira vitória já foi alcançada com a concertação de uma greve geral ibérica, algo absolutamente inédito na história do movimento sindical hispânico. Mas esta greve tem de ser mesmo geral. Para enfrentar o ataque avassalador do capital, impõe-se a realização de uma greve total. Só depois se poderá passar à ofensiva, reconquistar o que nos foi furtado, conquistar mais direitos, recusar as cadeias de uma dívida que não é dos trabalhadores e exigir a nacionalização da banca e dos sectores centrais da economia. As condições estão reunidas, só falta a agência humana.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s