Desviantes?…

2001: um membro da Tuna da Universidade Lusíada morreu durante uma praxe. Também aqui.

2002/2003: Alunos da Escola Agrária de Santarém cobertos em excrementos de animais.Denúncias de praxes ocorrem também no Instituto Piaget.

2007: Aluno de Coimbra acaba com o escroto perfurado depois de lhe tentarem rapar os pêlos púbicos. No mesmo ano, outro aluno, desta feita da Escola Superior Agrária de Coimbra, fica paraplégico, na sequência de uma praxe.

2012: Agressão a duas estudantes de Coimbra, por se recusarem a participar numa praxe.

Isto é fruto de uma pesquisa de 5 minutos no Google, porquanto sou um blogger bastante ocioso. Todavia, deixo o repto a quem se interesse pelo tema para que encete uma pesquisa exaustiva de forma a provar que, na praxe, a violência, seja psicológica ou física, é a regra e não a excepção.

Por isso, participantes do Magnum Consilium Idiotorum: desviante é a vossa tia. Apanhai juizinho e ide estudar.

Até quando se vai permitir à praxe o privilégio de imunidade à lei de um estado que devia ser de direito?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s