“A nova luta de classes”, por José Pacheco Pereira

É raríssimo eu concordar com algo escrito pelo José Pacheco Pereira, conquanto lhe reconheça uma capacidade notável de expressão nesta modalidade. Vejo-me, no entanto, obrigado a partilhar este seu texto, onde reflecte não apenas sobre os perigosos dualismos do actual discurso do poder, mas também sobre a dimensão que a História assume (ou deveria assumir) neste.

“O país divide-se assim entre funcionários públicos, vivendo do erário público, acima das suas posses, e fazendo tudo para ter feriados e não trabalhar (os “preguiçosos”), cultivando um egoísmo social assente em pretensos “direitos adquiridos” (“autocentrados”); e jovens yuppies, dinâmicos e empreendedores, com uma “cultura empresarial”, capazes de correrem riscos (“competitivos”), sem cuidarem de terem “direitos” para subirem “por mérito” na escala social (“descomplexados”). Nem uns nem outros existem na vida real, nem sequer como caricaturas, que é o que isto é, mas isso pouco importa.

A História está cheia destes dualismos, velhos como o tempo, mas típicos da linguagem abastardada do poder dos nossos dias. É um esquema assente numa mistura de demonização e de wishful thinking, que circula assente num moralismo social, também típico dos dias que passam. A História revela o poder destrutivo deste tipo de discursos, que se tornam, de um momento para o outro, socialmente insuportáveis.

Esse momento ainda não se deu, e os papagaios do “pensamento único” repetem este discurso sem pararem para pensar. Ou sequer para ler alguma coisa de História, mesmo com o risco de se tornarem “preguiçosos autocentrados”.”

Este excerto dá uma ideia geral da argumentação patente no texto mas, mesmo assim, aconselho vivamente a sua leitura integral.

2 thoughts on ““A nova luta de classes”, por José Pacheco Pereira

  1. É curioso que li este seu artigo de opinião no Público (por acaso, quando ia para a manifestação de 11 de março) e tive a mesma opinião que expressas. Gostei bastante do texto e até tive pena de ter perdido o exemplar do jornal. Ainda bem que o recuperaste. Vale mesmo a pena ler, apesar… do autor.

  2. Pingback: Estou a ficar preocupado… | Sentidos Distintos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s