O jogo das cadeiras

É coisa sabida que, a maior parte das vezes, a assunção de responsabilidades governativas é tão-só uma ante-câmara para o que realmente interessa. Seria uma tarefa hercúlea, além de ingrata, compilar os nomes de todos os camaleões da política que comprovam esta constatação. Em vez disso, e para evitar queixas e demais pieguices, deixamos as nossas felicitações ao ex-ministro Luís Amado, que parece ter arranjado um belo tacho … ou, perdão… emprego. Quando a plebe se afunda, é bom saber que alguém se vai safando…

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s