Cai a máscara…

Se necessária ainda fosse, surge em boa hora a confirmação: a Alemanha quer ocupar os países europeus periféricos de forma mais consequente do que tem sido feito até agora. Cai a máscara da Europa “democrática” e “fraterna”, para revelar o que sempre foi o projecto europeu: o velho sonho molhado de todos os nacional-germanófilos. A unificação da Europa sobre a bota do imperialismo alemão, desta vez sem o capacete prussiano ou a triunfante suástica, mas com o símbolo do euro, a bandeira da democracia e o culto do mercado livre.

Confirma-se também a conjugação das duas tarefas mais prementes dos povos europeus: a luta pela soberania nacional e pelo socialismo. Algo que só pode ser atingido através da socialização dos recursos nacionais por parte dos países periféricos e a recusa do pagamento das respectivas dívidas externas. Posteriormente, apenas o desmantelamento da Europa do Capital poderia ser o berço da Europa dos Povos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s