Pela clareza na informação

Tendo em conta que a informação é a nossa melhor arma, cabe-nos insistir e responsabilizar quem obviamente a controla em casos de censura ou obscurantismo.

Recentemente, a RTP lançou esta notícia:

http://tv3.rtp.pt/noticias/?t=Os-indignados-americanos-entraram-em-confronto-com-a-policia.rtp&headline=20&visual=9&article=492996&tm=7

Para que não fique no vazio aquilo que escreverei a seguir, vejam este vídeo primeiro:

É evidente que a RTP ou não fez ou recusou-se a fazer (ou fez e decidiu ocultar) uma pesquisa mínima sobre os incidentes em Oakland. Tal como nesta cidade, em todo o lado em que os protestos decorrem há histórias por contar e injustiças cometidas que ficam por resolver. Nós, que observamos, podemos começar por exigir que aquela informação que tão facilmente encontramos seja tida em consideração e imparcialmente analisada pelos serviços informativos.

Assim, enviarei para a RTP (http://www.rtp.pt/wportal/grupo/feedback.php) o seguinte texto em reclamação e proponho a quem leia que o envie também – ou que envie algo da sua autoria – para aplicar alguma pressão, por pequena que seja, e para mostrar que não aceitamos este tipo de distorção:

À RTP e a quem for de responsabilidade,

Recentemente, a 26 de Outubro, foi publicada a seguinte reportagem: http://tv3.rtp.pt/noticias/?t=Os-indignados-americanos-entraram-em-confronto-com-a-policia.rtp&headline=20&visual=9&article=492996&tm=7

De acordo com os relatos e registos do incidente, o acontecimento não decorreu de acordo com a forma como a RTP o descreveu. Junto envio um vídeo que o demonstra: http://www.youtube.com/watch?v=OZLyUK0t0vQ

Assim, peço aos responsáveis pela emissão da peça noticiosa que rectifiquem a seguinte informação:

1 – Foi omitido o uso de balas de borracha para dispersar os manifestantes que em situação alguma demonstraram um comportamento que exigisse uma resposta tão violenta;

2 – Foi reportado que não terá havido feridos mas essa informação é completamente falsa já que pelo menos duas pessoas (um homem e uma mulher) deram entrada no hospital em estado grave – violência que, de resto, se pode confirmar no vídeo acima;

3 – A legendagem do testemunho apresentado de uma manifestante induz em erro: a expressão utilizada é “shooting”, que traduz em “disparar” e não em “lançar o gás”, como aparece na notícia;

4 – Considero que não há indícios de “confrontos”, mas sim de uma investida policial na manifestação, como se lê nas entrelinhas do relato do repórter;

5 – Chamo ainda a atenção mais uma vez ao vídeo acima por demonstrar o comportamento vergonhoso – não reportado pela RTP – de um agente da polícia que atira uma granada de choque a um conjunto de manifestantes que tentavam ajudar um homem ferido no chão.

Por estas razões e por outras não reportadas, venho por este meio pedir clareza na investigação e sentido de responsabilidade na exactidão com que os acontecimentos são reportados no serviço noticioso da RTP.

Foi o que escrevi aqui em cima do joelho e é o que enviarei, proponho que aproveitem, reformulem, copiem, não importa – vamos chateá-los!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s