A cruzada de Breivik

Pelos vistos, Breivik promovia uma cruzada contra o “marxismo cultural” e a “colonização islâmica”. Enviou um documento com 1500 páginas a um partido de direita (suponho que o Partido do Progresso) e postou o video que pode aqui ser visto.

Como se pode ver, a expressão “cruzada” não é qualquer tipo de analogia, visto que Breivik se via a si próprio como um templário. De facto, o próprio video que ele postou no Youtube foi feito pelas De Laude Novae Militae Productions, nome inspirado na clássica obra de S. Bernardo de Claraval, onde elogia a Ordem dos Templários.

Pois, este ataque veio mesmo de onde não se esperava. O indivíduo é demente. Mas é uma demência bastante comum, partilhada por muita gente “respeitável” e “inteligente”: o anti-comunismo, a xenofobia ou as novas formas de darwinismo social e de nacionalismo étnico. Por muito que os seus congéneres tudo façam para despolitizar o acto do norueguês, tenho de reafirmar: enquanto não arrancarmos estas ervas daninhas, nunca teremos uma sociedade democrática.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s