>Tretas

>

Pelo que tem corrido por aí, parece que o famigerado Bin Laden morreu, motivando os urros de vitória dos mais cavernosos de Washington. Eu pergunto: será que ainda alguém leva a sério estas “notícias”? Sejamos francos, o Bin Laden serviu como bode expiatório para a guerra ao terrorismo, enquanto vivo e depois de morto. Ponto final. O mais provável é que o barbudo estava a fazer tijolo há uma série de anos. Para relembrar a “comunidade internacional” da justeza da guerra colonial no Afeganistão, lá se publicava de vez em quando uns vídeos duvidosos de um marmanjo qualquer a debitar algum mambo-jambo em árabe e pronto. Agora, exactamente dez anos depois do evento que despoletou a nova ofensiva colonial, o 11 de Setembro, dispensando-se já a existência de um qualquer pretexto para intervir globalmente, estando a guerra ao terrorismo já suficientemente legitimada, noticia-se a morte da cenoura atrás da qual os burros corriam.

Ademais, parece que, depois de matarem o sobredito líder terrorista, as autoridades norte-americanas atiram o seu corpo ao oceano. Sou só eu, ou isto é uma forma bem expedita de tratar os restos mortais de um terrorista internacionalmente procurado?

Enfim, ainda alguém acredita nestas tretas?

Aqui fica um contributo musical de uma conhecida banda lusa, especialista em assuntos de guerra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s