>Tecnologias de medo

>O mentes criminosas passa um episódio sobre pedófilos. É uma série de televisão, sobre um grupo de psicólogos que trabalha para o FBI numa unidade de profiling – a ideia criminológica de que os diferentes comportamentos desviantes se acoplam em perfis.

Sem entrar muito nos pressupostos nefastos deste tipo de propaganda pseudocientífica (até porque não passa de uma série), vejamos o que se passa hoje:

Há um monstro que raptou uma criança e está neste momento a leiloá-la online. Para isso, serve-se do perigosamente desregulado sistema de anonimato das salas de chat online, cultura bacteriana que alimenta a perversão destes homens (homens, sim, porque choveu um conjunto vasto de fotografias de homens com sorrisos maliciosos).

A internet exponenciou o número de pedófilos, dizem a certa altura. E continuam: eles mudam-se para os bairros, moram perto de escolas primárias, onde roubam internet às outras casas para falarem nas salas de chat sem serem apanhados.

Investigam. Seguem o rasto de um pedófilo, que exibe um vídeo de um jovem atado a uma cadeira, apanhando-lhe a morada. Entrando nessa casa, dão com um puto de 14 anos a exibir-se para as câmaras, de livre vontade. Bom, não será de livre vontade: foi espancado pelo pai e é por isso que se prostitui. Enquanto o faz, de tronco nú, vira o rabo provocadoramente para a webcam enquanto os perverts comentam, em êxtase.

Ao mesmo tempo, em alto volume, ouve música punk. As paredes sujas com cartazes anti-estado (“Against All Authority”).

Bem jogado, CBS.

3 thoughts on “>Tecnologias de medo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s